quinta-feira, 24 de novembro de 2011

“Samba Sambá Sambô” Thelmo Lins resgata Pirulito da Vila





























Minas muito surpreende no que diz respeito a criações artísticas. O mais surpreendente, entretanto, é o inusitado. Dizem que o samba nasceu no Rio de Janeiro e lá estão os melhores sambistas brasileiros. Com o pensamento no saudoso Ataulfo ressalto, portanto, sem receios, que na cidade de Itabirito, interior mineiro mora uma das maiores revelações do samba em nosso país. Trata-se de Pirulito da Vila, que não é da Vila Isabel e sim de outra Vila e que produz sambas tão geniais os quais, imagino que, se o Poeta da Vila, Noel Rosa, vivo estivesse, possivelmente com o Pirulito uma parceria teria.
Gravar um disco exclusivamente dedicado a um compositor não consagrado é sempre uma ousadia. É preciso coragem para acreditar no talento alheio. E foi o que o cantor e compositor Thelmo Lins, nome respeitado no cenário musical brasileiro acaba de fazer. Com sua sensibilidade artística e humana soube tão bem resgatar a genialidade de um sambista do interior mineiro, um verdadeiro cronista de sua época, reproduzindo em verdadeiras pérolas musicais, o cotidiano daquilo que observa. Seu samba me lembra os áureos tempos do samba de outrora, década de 20 e 30, sambas que nos pegam de surpresa. Como sempre, a competência de Thelmo Lins fez de “Samba sambá sambô” um dos melhores trabalhos fonográficos que surgiram no campo musical nestes últimos anos. Trabalho impecável, músicos profissionais, uma excelente produção.
O sambista Pirulito da Vila é natural de Itabirito (MG), cidade na qual iniciou sua carreira como ritmista e mestre de bateria e atualmente integra o grupo Cachaça com Arnica, para o qual compôs vários sambas.
“Samba sambá sambô” foi gravado no Estúdio Giffoni, tendo a concepção e escolha de repertório sob a responsabilidade de Thelmo Lins, direção musical e arranjos de Danilo Abreu, técnicos de gravação: Fernando César Cabrito e Fabrício Galvani, mixagem e masterização de Fabrício César Cabrito e preparação vocal de Regina Milagres.
Composto de doze músicas entre sambas, balada, maxixe, jazz “Bolero” e samba-funk, todas de autoria de Pirulito da Vila, com exceção da música que dá título ao Cd, uma parceria com Thelmo Lins, o trabalho vem com um time de peso do cenário musical mineiro: Danilo Abreu (piano), Milton Ramos (contrabaixo), André Limão Queiroz (bateria), Augusto Rennó (guitarra), Sérgio Rabello (violoncelo), Pirulito da Vila (percussão), Leonardo Barreto (sax soprano e sax tenor), Leonardo Brasilino (trombone), Juliana Perdigão (clarinete), e Regina Milagres, Mariana Brant e Silvia Maneira (vocais), além de uma participação vocal muito especial de Vander Lee, Isabella Michelini e do próprio Pirulito da Vila.
As músicas que compõe o Cd são: Falar de samba; Mercearia Paraopeba; Samba democrático (Samba do rico e do pobre); Toninho do Caju; Se liga, malandro; Tem alguém pior que eu; A alvorada do amor; Quem sabe assim; Bolero; Todos os santos; Terno do João e Samba Sambá Sambô.
Taí um bom presente de Natal para quem curte um trabalho musical de excelente qualidade.
Contatos: thelmoagmlins@gmail.com – Cel: (31) 9991.6633
Visitem os sites: http://www.sambasambasambo.blogspot.com/http://www.myspace.com/thelmolins - http://www.myspace.com/pirulitodavila -

Um comentário:

  1. ATRAÇÃO DOS MOLEKES

    (pagode com malícia mineira)

    Influenciados pelo, Exalta Samba, Revelação, o grupo se apresentou pela primeira vez em 2006 na Praça Antônio Carlos (Machado-MG), durante as comemorações do 7 de setembro.. No mesmo mês, eles abriram o show do Face Racial no salão da Dismabe, evento organizado pelo DJ Brown. O próximo passo será a gravação do primeiro CD com 12 músicas, entre elas (É hora de curti) Contatos: João ou Diogo (35) 3295-4031 (Machado-MG).

    Blog: http://atracaodosmolekes.blogspot.com/

    ResponderExcluir